Entre em contato labvozepoesia@gmail.com

  • morenapoeta
  • YouTube - Morena Lopes
  • Facebook - labvozepoesia
  • Instagram - @labvozepoesia
  • Blogger - Círculo Branco

Siga pelos canais:

 Voz & Poesia                                                       

O ESPÍRITO

“O Conceito Voz & Poesia é a base de toda minha pesquisa enquanto atriz-criadora, pesquisadora, mãe e aprendiz.

Quando me apresento como este ser criativo e livre para buscar as próprias respostas, sem apego a resultados e acertos, reforço a necessidade do artista, e do ser humano em geral, de desenvolver a sua Voz-Própria, deixar-se soar, ocupar o seu lugar no mundo, ocupar o seu espaço, comunicar seu ponto de vista, descobrir seu traço, sua identidade e linguagem própria – e expressar aquilo tudo que o caracteriza único, para que possa de fato viver o seu diferencial e experienciar verdadeiramente a troca de ideias genuínas.

Se o mundo em que vivemos estivesse em perfeita harmonia estaríamos todos experienciando nossas potencialidades. O ser humano como semente geradora deste mundo afora, necessita de ferramentas de autoconhecimento para encontrar seus dons pessoais e descobrir sua melhor forma de compartilhar essas habilidades para cooperar com nossa humanização e vivermos mais integrados.

Na minha percepção, todos somos artistas e poetas intrínsecos na nossa natureza: todos somos criativos em alguma área e todos somos capazes de enxergar a beleza ou criá-la.

Sempre cresci sobre a crença de que nunca estamos prontos mas, precisamos estar.  Me sentia condicionada  a ler e ler, estudar e escrever sempre sobre o que os outros pensaram. Para que um dia, quem sabe antes de morrer, pudesse escrever a  minha própria história, ou livro, ou o que fosse. Sempre me rebelei com essas ideias pois acredito que cada um de nós carrega uma bagagem cultural ancestral, seja familiar, seja político social ou filosófica e religiosa, que influencia diretamente quem somos, as palavras que usamos, nossos hábitos, valores e que expõe a forma das escolhas que tomamos. E essa bagagem cultural é aparentemente silenciosa pois não elaboramos uma tese acadêmica sobre ela e não está estampada nas principais mídias. Mas ela ocupa as casas e famílias de cada indivíduo e é mais poderosa que a televisão e adivinhem? Sua transmissão é passada de geração para geração, pelos hábitos, pelas contradições rebeladas e pela oralidade espontânea.  Sim, não estamos prontos. Somos um processo. E isso é que interessa. Não importa se você é analfabeto, se parou de estudar na quinta série, se trabalha como jornaleiro, se é apicultor. O fato é que uma série de acontecimentos: encontros e reencontros, relacionamentos, afetos e desafetos, lutas, sonhos, ilusões e desilusões, fizeram com que você fosse este ser especial que você é. E nenhum canudo tem o poder de te resignificar. O Sentido da vida somos nós que criamos. E a Universidade também é uma criação nossa.  Nesse caso, quero ouvir o que você tem a dizer. Quero conhecer a sua história e como sobreviveu até aqui. Quero saber quantas voltas você já deu em torno de si mesmo, seu sol interior, e quantas pedras atirou. Desejo saber os fundos dos poços que mergulhou e quais espelhos te ajudaram a subir. Sua voz é sua história. Sua história é sua memória. Por tanto, sua voz é a voz dos seus. E isso é muita coisa, acredite. Nenhum diploma conseguiu explicar, nenhuma tese será defendida, mas a sua voz pode ressurgir e ressignificar a sua existência, as dos seus ancestrais e de todos os que te inspiram. Acessar quem somos e o que estamos fazendo para nos conectarmos com nossos propósitos existenciais é o que me move. Ninguém irá contar a nossa história por nós, ninguém teve a experiência que enfrentamos para ser o que somos.”

 

O LABORATÓRIO

 

O CORPO É A CHAVE E A PORTA.

O Lab de Voz & Poesia é destinado para todo buscador inquieto, pesquisador de si mesmo e da própria existência humana que deseja encontrar a sua Voz e deseja utilizar novas cores para pintar a própria experiência e realidades.

 

Toda voz nasce de um corpo expressivo.

Um corpo inerte, sem vida, é incapaz de produzir som ou poesia.

Por isso, meu trabalho com a Voz está intimamente ligado ao corpo, ao movimento e à dança.

 

Desta forma o Laboratório de Voz & Poesia é um espaço criativo no qual o pesquisador entra em contato com diversos materiais que trabalham sua sensibilidade e auto-percepção:

“Para o aprofundamento desse nosso instrumento de prazeres da terra e do espírito me debruço na filosofia prática do Yôga, nas danças étnicas e toda prática prazerosa que envolve movimento, expressão, adrenalina e endorfina como: corrida, surfe, bicicleta, capoeira, contato & improvisação, brincar com crianças, etc.

Como ferramentas do yôga - mudrás, mantras, pranayamas, kriyás, ásanas, yôganidra, samyama e outras filosofias práticas e espirituais. Técnicas de sensibilização corporal com manobras práticas da massoterapia, aromaterapia e óleos. Escuta, prontidão, presença, expressão, improvisação através de técnicas teatrais. Técnicas de expressão vocal como ressonância, dicção, abertura vocal, vibratos e canto. Soltura de movimentos pelo caminho da dança pessoal, passando por alguns jogos de capoeira, danças populares, africanas, dança do ventre, buscando sempre a sensibilidade da escuta corpórea através do ritmo e dos sentimentos de cada um.”

 

A partir dessa intimidade com o próprio corpo podemos adentrar nas suas sonoridades, ideias, vontades, desejos, limites, medos, paixões e necessidades de expressão:

 

Exemplos de trabalhos vocais: voz soar em melodias livres (baseada no canto criativo), mantras, bija mantras, palavras poéticas, narrativas, leituras em voz alta e canções.

 

“No meu caminho, na troca com muitos Mestres, nos laboratórios da vida, dentro de mim mesma e junto aos meus alunos/poetas que participam ativamente do Laboratório de Voz & Poesia (desde 2016), percebo que a união deste corpo expressivo, capaz de produzir sua identidade vocal e suas ideias com mais clareza e propriedade, é que consegue escutar e ver a poesia existente. Pois precisou se escutar primeiro. Realizou o caminho de dentro. Adentrou na longa jornada.

E quem é capaz de ouvir e sentir é capaz de elaborar a própria experiência de forma mais integrada: estabelecendo um diálogo na relação com o tempo e com o espaço. Desta forma, produzir poesia de qualquer natureza, se torna um convite diário inevitável. Destes que carregam de luz os instantes e tocam os dedos de Deus nos detalhes.”